Minha ex ficou com ciúmes de mim

Namorei com Lina por uns dois anos. Foi um namoro com muito carinho,muito sexo e muita intensidade. A gente se dava muito bem ,nao tinhamos muita coisa em comum ….,mas, transavamos muito, ela estava sempre com tesao e disposta a me deixar excitado. Eu estava nas nuvens,super feliz e apaixonado,

Até. que um dia ela quis terminar. Disse que tinha conhecido outra pessoa, que tinha mais a ver com as ambições dela. Lina sempre me disse que eu não era ambicioso,ela sempre quis ser rica e quis ter alguém que lhe desse segurança financeira. Disse que gostava de mim,mas essa outra pessoa podia lhe dar tudo o que ela queria.

Eu fiquei chateado, sofri com a separação , tentei entender, mas fui levando a minha vida. Soube que ela tinha se casado e mudado pra outro estado,bem longe de onde eu moro. Consegui o email dela, escrevi pra ela, mas ela nunca respondeu.

Até que, quatro anos depois, um amigo me convidou para um churrasco e, para minha surpresa, o irmão desse meu amigo era o marido da minha ex. Eu já tinha falado com ele algumas vezes, ele era simpático e me apresentou a sua esposa. Logicamente, fizemos de conta que näo nos conheciamos.

Ela estava mais bonita . mais cheinha , eu ainda tinha muito tesão naquele corpo redondinho,de coxas grossas e bunda arrebitada e seios de medios pra grandes ,perfeitos pra minha boca.

Quando tive oportunidade, quando vi que a Lina estava meio afastada do grupo, me aproximei dela e disse que ela nâo tinha mudado nada depois de quatro anos, ao contrário, disse que ela estava ainda mais gostosa,linda e sedutora. Lina me disse prá parar, porque era uma mulher bem casada e fiel e que o nosso amor pertencia ao passado. Ainda insisti, pedi um beijo,ela sorriu,disse que não e saiu de perto de mim.

O meu amigo me apresentou a uma moça chamada Karina, também amiga deles. Karina era uma menina bonita e simpática,que gostava de conversar. Descobrimos coisas em comum e ficamos conversando, eu,ela, meu amigo e mais um casal,acabamos criando um pequeno grupo bem animado.

Karina ficou ao meu lado e aos poucos, iniciamos uma paquera discreta,porque ela era casada e o marido dela estava lá, embora estivesse um pouco longe,porque ele era o churrasqueiro. Falavamos sobre diversos assuntos,mas nossas trocas de olhares revelavam o tesão que estavamos começando a sentir um pelo outro. Demorou um pouco prá eu perceber que a minha ex tinha percebido tudo. Ela estava afastada, num outro grupo, bebendo caipirinha e não tirava os olhos de nós. Nos olhava com um misto de curiosidade, raiva e eu imaginei, pelo seu modo de olhar que estav a com ciúmes. Pelo canto do olho percebi que Lina nos olhava com raiva, fuzilava a gente com o olhar. Quando comecei uma conversa paralela com a Karina e a olhei com carinho e atenção, Lina levantou-se bruscamente. Falou alto o suficiente prá que eu ouvisse : ” to ficando enjoada, vou no banheiro “. Dei um tempinho e a segui,discretamente. Quando ela saiu, passou por mim,bufando,me ignorando. Segurei no braço dela e disse : “Amor, o que foi ? Você tá bem ?” “Nâo sou seu amor, e não é da sua conta!” “Você tá com ciúmes da Karina, não tá ?” ” Claro que não, é que não gosto de ver uma mulher casada que não sabe se comportar,toda assanhada”. “amor, voce ficou com ciumes, nao foi? Fala que ficou com ciumes, que ainda sente alguma coisa por mim.”

Enquanto falava com ela, ainda segurava no braço dela. Ela me olhava com a cara fechada. – ja disse que nao tenho ciumes de voce. – fala que nao sente mais nada por mim,que nao lembra dos nossos momentos. Eu conheço você, sei que ta com ciumes. – me solta ! – so depois que voce falar a verdade. – Ta,,ta bom. Fiquei com ciúmes,pronto!,satisfeito ?agora me solta. – tinha esquecido como voce fica linda quando esta com ciúmes. Me deixa ainda mais louco por você.

So tinha a gente ali. Estavamos sozinhos, os banheiros ficavam numa area isolada do espaço alugado para o churrasco,Só mais tarde é que pensei na loucura que ia fazer. . Naquela hora, eu só queria sentir de novo o gosto daquela boca e a maciez daquela pele.

Me encostei nela, e vendo ela me olhando com aquele olhar safado,não consegui me conter.

A gente estava bem perto um do outro . Então eu peguei sua nuca firmemente , olhei nos olhos dela e beijei sua boca. Empurrei ela de encontro a parede e enfiei a língua na sua boca, louco de tesão.

– aqui não, ela falou.

E sem parar de me beijar, tateou as mãos pela parede,até encontrar a maçaneta da porta do pequeno banheiro.Entramos ,nos beijando e nos agarrando e fui eu quem fechou a porta.

Ficamos um pouco nos beijando e nos amassando Beijei-a, a principio suavemente e aumentando a intensidade, até um beijo mais forte., de língua, cheio de tesao. Ela correspondeu com a mesma intensidade, e nos abraçamos com mais força.Eu sentia sua respiração e, me deliciei ao sentir sua língua na minha boca, ela abriu a minha camisa e começou a beijar o meu peito, morder, alisar o meu caralho por cima da roupa.

Levantei a saia dela, e comecei a alisar suas coxas.lisas ,macias. Durante nossos beijos, alisei as coxas e comecei a subir. Deslizava as mãos pela lateral, sentindo o contorno da calcinha. Aos poucos, fui avançando mais e agarrei suas nadegas, puxando Lina contra o meu corpo.enfiei a perna no meio das coxas dela, pressionando a buceta com a minha coxa, ainda que por cima da roupa.

A minha ex, deliciosa , começou a rebolar, ,obscenamente se esfregando na minha coxa. Quanto mais a gente se esfregava,mais buscavamos a boca um do outro, em beijos molhados e cheios de tesão, beijos de língua, sugados, ansiosos.

Enfiei a mão por baixo da saia e comecei esfregar sua buceta, enquanto beijava e chupava o pescoço dela. Ela suspirava, gemia,sussurrava e procurava minha boca. Ela estava de saia e blusinha com alcinha. Levantei sua blusa , puxei os seios prá fora do soutien e comecei a chupar com tesão. Os seios dela eram macios e deliciosos, os biquinhos estavam deliciosamente durinhos.

A saia dela tinha subido ate a cintura. Deslizei os dedos pra dentro da calcinha e encontrei o clitoris dela e comecei a masturba-la em movimentos ritmados.rapidos e fortes, mais devagar, mais rápido, ao ritmo dos gemidos dela e da pressão dos seus dedos na minha nuca.

Ela perguntou :” você tem camisinha? “…”tenho,” falei. “Entao me fode”,ela disse, soltando o cinto da minha calça e abrindo o ziper. So deu tempo de tirar a camisinha do bolso traseiro, antes. da calça cair nos meus pés..

Coloquei a camisinha e ela tirou a calcinha e jogou no chão. Encostou as costas na parede, colocou as mãos nos meu pescoço e me deu seus lábios novamente.

Dei o beijo nela, peguei numa das coxas e a apoiei no vaso sanitärio. Minha deliciosa ex, estava um tesão, ali, encostada na parede,sem calcinha, pedindo pra ser fudida, e com uma das pernas jogadas pro lado

Ela inclinou o corpo ligeiramente pra frente enfiei o pau na sua buceta, tentando achar a posição exata,. .”vem”.. o pau escorregou facilmente pra dentro dela,mesmo porque,a bucetinha dela estava encharcada.

Ela cravou as unhas nas minhas costas, ao mesmo tempo que me dava um beijo, daqueles que quase poderia engolir o homem inteiro, daqueles que a mulher so dá,quando está apaixonada. Comecei a meter forte e ela começou a gemer : “me come”….”fode”…”mais forte”.Eu metia forte,apertando as costas dela contra a parede ,invadindo aquela bucetinha quentinha ,que tava me deixando louco. meti ate o fundo comecei a mexer, ela gemia pedindo mais,eu gemia de prazer …

Depois ia tirando tudo e voltava a penetrar de novo, os gemidinhos de prazer dela me deixavam com mais tesão ainda..ficamos algum tempo nessa putaria gostosa, sentia os seios macios dela se esfregando no meu peito, chupava o pescoço, mordia o ombro,devorava a boca gostosa.

Eu estava quase gozando, pedi pra ela olhar prá mim, e estocava com força, metendo cada vez mais gostoso

“vou gozar”…ela gemeu baixinho, eu acelerei..”.mais rapido,mais rapido,aaaiiii”…ela gemia baixinho,,com a boquinha bem junto do meu ouvido, a xoxotinha dela apertava meu cacete,ela se agarrou no meu pescoço e gozou..”aiiiiii..aiiiii…. minha nossaaaaaaaaa… caralho….”.ela se contorcia de prazer e me fez gozar tambem, gozei empurrando bem forte o pau pra dentro da bucetinha dela.

Ela não me deixou tirar e ficou me beijando até as minhas ultimas contrações de gozo….”goza,amor, goza gostoso, to com saudades… “…Nos beijamos,e fomos nos separando,ela disse que era melhor eu ir embora, prá ninguém desconfiar. Me deu calcinha,como lembrança, e pediu o número do meu telefone. Lina nunca me ligou,e quando nos enco tramos,por acaso , na casa do seu cunhado,ela me evitou. Com o tempo, entendi que ela não queria mais nada comigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *