Meu primo me comeu gostoso

Olá sou Lara…
Em um final de semana meus tios de MG, resolveram vim visitar meus pais e eu, claro que meia tios tinham filhos(rsrs)
Hannah e Victor.
Hannah 13 anos, morena, olhos pretos
Victor 15 anos, moreno, olhos castanho-escuro…

Meus pais foram encontrar meus tios e primos na rodoviária, eu fiquei em casa arrumando tudo para a chegada deles. Depois fui tomar banho, e vir a porta abrir, logo pensei que seria meus pais com os familiares, sair do banho e fui me trocar, mim vestir e fui até a sala não tinha ninguém, quando virei me deparei com Victor (Tomei um susto, ele falou “Oi” e eu perguntei onde estava os outros, Victor_-Ficaram passeando na praça
Eu_- E por que você não foi também?
Victor_- Estava cançado da viagem, porquê?
Eu_-Nada, quer alguma coisa?
Victor_- Não, mas posso tomar um banho?
Eu_-Claro, banheiro fica naquele corredor

Passou 10min e Victor saiu do banheiro de toalha…
Chegou na porta e perguntou onde seria o quarto dele, eu sem conseguir tirar os olhos da toalha levei até onde seria o quarto dele, passou-se pouco tempo questão de segundos e ele me chamou, cheguei no quarto e dei de cara com ele pelado, fiquei encarando o cacete dele com uma intenção de cair de boca e chupar aquela piroca, com meus pensamentos foi fácil ficar por completo toda molhadinha,voltei a terra com ele me chamando.
Victor_- Lara? Tá nesse mundo, rsrs
Eu_-oi?!? Pode falar
Victor_- não achei minha roupa, você viu onde coloquei?
Eu_- não, não sei.
Quando eu ia saindo do quarto ele mim puxou e me beijou, eu retribui mas depois empurrei ele e falei que era errado, ele riu, e começou a chupar meu pescoço, fui me arrepiando e acabei me entregando naquele prazer, nos beijamos e formos tirando nossas roupas, mesmo sabendo que nossos pais podiam chegar bem naquele momento, e aquilo dava mais tesão(O perigo)
E chupava meus seios, descia pela minha barriga até chegar na minha bucetinha, com uma vontade deliciosa, eu gemia ahhhããnn e pedia pra ele não parar, até eu gozar na boquinha dele, ele parou olhou pra mim e riu, depois ele ajeitou o pau na entrada da minha xaninha e foi metendo com força e vontade, sem dó nenhuma, tava tão gostoso, ele gemia de prazer e me xingava “Prima putinha, vadia, cachorra, pedi pra teu macho meter vai” e eu pedia, ”continua, não para” e ele metia mais rápido, depois ele me virou e gozou na minha barriga. Victor pediu sussurrando no meu ouvido. Victor_- Deixa teu macho meter no seu cuzinho?
Disse que não, ele mim pegou pelo meu cabelo e me colocou de quatro, antes de eu falar “para” ele meteu de vez, quando gritei ele tapou minha boca e disse que puta não grita. Ele foi metendo e o que era dor, foi se tornando prazer, cada vez que ele socava aquele cacete grosso no meu cuzinho, gemia e o prazer e tesão aumentava e eu gemia, ele ria e dizia Victor_- Putinga safada, ta gostando né?!?
Ele gemeu e gozou, meu cuzinho ficou cheio de porra, ele puxou meu cabelo e começou a socar no meu cu e na minha buceta, até eu gozar, me virei e chupei o pau dele até ficar limpinho, tomamos banho e formos assistir. Quando meus pais e tios chegaram reagimos como se nada tivesse acontecido

Fim:-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *