Fui buscar uma encomenda e acabei sendo deliciosamente fodida

Me chamo Soffie, tenho 30 anos, negra, 1,65 seios grandes durinhos (próteses), quadril largo, bunda grande, pernas torneadas, cabelos na cinturas cacheados e cintura fina, muitos falam que pareço com a atriz Thaís Araújo, mas tenho mais Peito e bunda.
Tem uma loja de sexshop onde compro meus brinquedos e algumas coisinhas para apimentar as relações, uma loja que sou cliente a anos.
Fiz uma encomenda de um pênis duplo (o meu estava vencendo), e gosto de me masturbar duplamente.
Me ligaram falando que minha encomenda já havia chegado.
Por volta das 19:00 cheguei no local, que fecha as 19:00, e pelo fato de ser uma cliente VIP, estavam me aguardando.
Quando entrei veio um rapaz me atender.
Fabiano, seu nome.
Eu: Onde está a Cris?
Ele: Boa noite, sou primo da Cris, ela precisou ir mais cedo, ela não estava bem, mas pediu para atender a sra, e entregar sua encomenda.
Ela disse que chegou essas calcinhas e hobby, que a senhora gostaria de ver.
Eu: Sim, por gentileza.
Ele pegou minha encomenda, e como de praxe abrir para certificar que estava tudo certo.
Quando abrir ele ficou envergonhado.
Eu: Lindo, você não pode ficar envergonhado, isso inibe suas clientes.
Ele: Desculpas, não queria deixar a sra. Inibida, é que realmente nunca tinha Visto, como se deve usar isso? Apenas olhei e sorri, ele também sorriu sem graça,ele foi buscar alguns modelos de calcinhas e hobbys.
Entre conversas percebi, suas olhadas, olhadas de curiosidade de como usaria meu brinquedo, olhar de tesão.
Fabiano, era primo da Cris, e havia pouco tempo em BH, e estava “quebrando o galho” pra ela.
Ele tinha 1,75, moreno claro, cabelos enrolados, era forte, aparentava ter uns 22 anos.
Ele me mostrou um hobby na cor verde, gostei da cor e como conhecia a loja fui direto para o provador, que era nos fundos, o provador tinha dois grandes espelhos e um sofá de espera.
Ao me despir, pedi ao fabiano que trouxesse meu brinquedo, e assim ele fez.
Ao vestir o hobby, que ficou lindo, dando um contraste ao meu tom de pele.
Soltei os cabelos e tirei a calcinha, e me olhando fui ficando excitada.
Pensei no fabiano me chupando, e fui ficando cada vez mais excitada.
Peguei meu brinquedo novinho e comecei a me masturbar ali mesmo deitada no sofá.
Eu: Fabiano, por favor venha aqui, preciso de ajuda.
Quando ele entrou me viu arreganhada com aquele pênis de borracha socado na minha boceta melada, e sua outra parte roçando no meu cu, minha cara de vadia.
Ele: Do..do..do..dona o que é isso?
Eu: Estou te mostrando como se usa o brinquedo, mas como estou toda molhada bem que você poderia vir aqui, pra que eu possa experimentar o seu brinquedo.
Ele que já estava de pau duro, tirou as roupas e veio, me beijou, apertou meus seios, mordia meu pescoço, segurava forte na minha nuca.
Colocou a camisinha, e veio forte, segurou minha cintura encaixou aquele pau grosso, bem grosso que deslizou pela minha boceta com dificuldade, pq realmente era grosso.
Quando ele conseguiu colocar seu pau todo dentro de mim, soltou um gemido, e começou a socar devagar, naquele movimento lento que me fez gozar e gemer ainda mais alto.
Ele percebendo que havia me feito gozar, sussurrou no meu ouvido:
Gostosa, deixa eu foder você de quatro.
Ja me virei, arreganhei minha bunda e disse, fode, enfia essa rola grossa na minha boceta, e assim ele fez.
Senti aquele pau entrando na minha boceta apertada, e socando com vontade…. Senti ele empurrando até o talo queria que suas bolas entrasse tbm, estava muito gostoso.
Como ele estocava forte, pedi gemendo.”mete rápido” Soca rápido na minha boceta.
Ele segurou minha cintura com uma mão, segurou meu cabelo e se ajeitou.
Puta que pariu, foi tão rápido e gozei 03 vezes em seguida, ele socava deliciosamente, sentia seu pau encostando na parede uterina, gemia como puta, a cada gozada era um gemida extremamente alta, e ele gostava, ele falava, “é assim que tu gosta vadia”?
Sente meu pau arrombando você sua puta, toma piroca.
E eu pedia “ come sua vadia” sim, era isso que queria, sentir uma rola grossa me arrombando minha boceta.
Ele me puxa, me encosta na parede de frente pra ele, levando minha perna direita e enfia de uma só vez na minha boceta encharcada, dei um grito de prazer, e ele meteu com vontade, estávamos suados, ele me fodia apertava meus seios, me chamava do que mais gosto, VADIA.
Ficamos nesta posição por uma 04 minutos e novamente gozei naquela piroca grossa, arranhei suas costas enquanto gozava.
Novamente me sentou no sofá, e começou a me chupar e acarinhar meu clitóris, e pedia “goza vadia” enche minha boca de porra, e enfiava aquela língua áspera e eu enlouquecida de prazer disse ah… To gozando ele sugou minha porta, penetrou dois dedos e socou eu gemia feito puta.
Ele de pé, ajoelhei e fiz que iria tirar a camisinha pra chupar, ele não deixou, pediu chupa minhas bolas vadia, obedeci.
Colocava suas bolas na minha boca, deixei elas babadas, punhetava seu pau e quando senti sua bolas endurecer ele em uma velocidade me pegou no colo, encaixou seu pau que desta vez entrou fácil, e socou rapidamente me fazendo novamente gozar me jogou (literalmente) no sofá, tirou a camisinha e jogou todo Leitinho em mim, gemeu alto, urrou foi tanta porra que meu rosto, cabelo, seios e barriga receberam sua porra.
Ficamos sentados por uns 10 minutos nos recuperando dessa foda, me levantei me vesti, paguei minhas compras.
Ele após a trepada me tratou muito bem, carinhosamente.
Me deu seu telefone para que mantivéssemos contato.cheguei em casa toda suja, com a porra colada no meu corpo e cabelo.
O Bruno safado do jeito que é já foi tirando os shorts e alisando seu cacete, que ficou duro em segundos, me mandou tirar a roupa e ficar de quatro, porque iria foder meu cuzinho.
Eu: amor to cheia de porra.
Ele: Minha vadia… Vem aqui que vou foder gostoso seu Cuzinho, melhor Dizendo meu cuzinho.
Me posicionou de quatro, e carinhosamente foi enfiando aquele cacete que amo no meu cuzinho.
Quando tocou minha boceta que já estava molhada, e disse.
Ele: Arrombaram minha mulher, amor você ta com a buceta larga.
Eu: era uma rola grossa amor.
ele tirou seu pau do meu cu, foi no quarto e voltou com um brinquedinho, me colocou deitada posição frango assado, e empurrou seu pau no meu cuzinho e brinquedo na minha boceta e socou forte.
Começou a ir rápido e gozei, ele ia gozar jogou porra no meu corpo, espalhando sua porra pelos meus seios.
Eu: Puta que pariu amor, pq nao me deu Leitinho?
Não quero conversa, vai dormir no sofá.
Levantei puta de raiva, e fui pro banho, quando saí ele estava na cama, punhetando e disse:
Quer Leitinho?
Abri um sorriso comecei a mamar e ele gemendo disse:
Vadia, bebe Leitinho do teu macho, to gozando bebe sua puta e logo senti ele encher minha boca de porra e tomei todo Leitinho.
Dormimos realizados.