Fiz a mulher safada do meu amigo transar com um cachorro

Tenho 22 anos, 176 72kg e vou contar como fiz uns dos meus melhores amigos de corno.

Conheci o Ícaro através da internet, um coroa gente fina, 168 de altura gostoso 40 anos e que curtia muita putaria, porém só pra bater punheta. Conversa vai conversa vem ele me contou que era casado e que não faz nada do que curte com a mulher. Disse que nunca chupou a buceta dela nem ela o pau dele, muito menos comia o cu dela, o sexo deles é só meter e tal. Fiquei louco, essa mulher não sabe o que é ter um macho de verdade fodendo sua buceta, nunca deve ter gozado além disso ficou assistindo video com a atriz porno transando com cavalo

Desde então, comecei a me aproximar dele pra saber mais da mulher dele e descobri que ela tem uma loja de móveis e pá. Não perdi tempo, fui lá dar uma olhada na loja e encontro Ana, uma mulher encantadora devia ter uns 35 anos, 150, loira bem gostosa, bundinha empinada, branquinha. Falei que tava interessado em umas coisas e pedi o whatsapp pra tirar umas dúvidas.

Comecei a me aproximar, aos poucos fui vendo se o que ele me contava era verdade, e realmente era a mulher era praticamente virgem, nunca gozou, falava que tinha inveja das amigas e das aventuras sexuais que tinham, mas nunca nem mesmo experimentou um orgasmo porque o pau do marido era minúsculo nem coçava seu colo do útero.

Convenci Ana a dar uma passada em minha casa, queria conversar com ela pessoalmente. A baixinha veio, já abri a porta sem camisa, acho que naquele momento a buceta dela já começou a umidecer. Um novinho safado cheio de tesão prometendo levar ela as alturas, aquela baixinha tava no papo.

Entramos e fomos pra cozinha, tomar um vinho. Quando chegamos lá, ela conheceu Zeus meu pastor alemão que foi logo cheirando sua buceta.

– O cachorro, tem mais atitude que o corno da pica pequena do teu marido- falei rindo.

-Nao, fala assim do Ícaro, ele ainda não é corno- falou isso dando uma risada safada.

-Vamos tomar esse vinho lá no meu quarto, hoje vou te fazer mulher, você vai gozar – peguei na parte de trás do cabelo dela e senti um suspiro forte.

Chegamos no quarto, joguei ela na cama e fui dando um beijo nela, ela retribuiu com força beijo molhado, gostoso, tirei a camisa dela e seu sutiã comecei a chupar aqueles peitinhos bem durinho s, ela já estava gemendo. Enquanto isso passava a mão na sua calcinha que já estava bem úmida e muito quente.

-É agora que você vira minha puta, vou fazer o que aquele corno nunca fez.

Puxei a calcinha de lado e comecei a chupar a buceta dela, essa mulher urrava de prazer se tremia toda, realmente nunca tinha levado uma chupada na buceta.

-Quem é teu macho agora?

– Você meu novinho safado, mete essa pica em mim tira esse short e mete.

Tirei meu short e mostrei meus 20cm, ela ficou chocada e disse que o marido só tinha 13 implorou pra eu meter. Mandei ela sair da cama, ficar de joelhos e chupar meu pau, ela não chupava tão bem, cada dentada era um tapa na cara dessa puta ela já estava com a cara vermelha, puxei a cabeça dela e cuspi na sua boca, ela não reclamou, já estava entregue

Deitei- a na cama e comecei a esfregar meu pau na sua buceta,ela implorava pica, dizia que eu fazia o que o corno dela não fazia que comigo sentia pra fazer. Não aguentei, comecei a bombar forte, ela gritava de dor a buceta dela era realmente apertada, e eu ia fundo sentia o colo do seu útero e metia mais e mais forte, batia na cara dela, cuspia, apertava seus mamilos. Vi que ela comentou a chorar

– Por que, chora ?

– Eu sou uma cachorra, mas tá muito gostoso mete mais. E meti mais forte

Ate que vejo que meu cachorro tá na porta, chamei ele pra entrar ficou no pé da cama.

– o que você tá fazendo ?

– cala a boca, vem pro chão.

Tirei o pau de uma vez,a buceta peidou, se ajoelha gozei na cara dessa safada.

– Nunca tinham gozado em minha cara

– vamos fazer ainda mais coisa que nunca fez, fica de quatro

Ela ficou, o cachorro foi logo lamber a buceta dela, ela quis protestar mas cuspi na cara dela e mandei ela ficar quieta.

Não demorou muito meu cachorro tinha mentido na buceta dela, era a coisa mais linda de se ver, aquela gostosinha tão pequeninha urrando de prazer com o cachorro metendo aquele pauzão na sua buceta, um pau lindo vermelho cheio de veias e com um nó enorme que logo entrou e ela começou a gritar, a buceta dela tava alargando e ela tava engatada, a sua cara era de dor e prazer, ela revirava os olhos e chorava. Até que ficou igual uma cadela bunda com bunda com o cão.

Nesse momento vi seu cuzinho e fui meter, ela implorou que não, que o cu era virgem meti sem cuspe, senti as pregas rasgando, muito apertada, bombei forte até não ter mais resistência, passei uns 15 minutos bombando e vi que o nó tava saindo. Não aguentei e gozei no cu dela. O cachorro saiu e vi aquela porra canina escorrer no chão. Ele ia lamber, expulsei ele do quarto e fiz ela limpar o chão com a língua.

Depois de limpo, fomos ao banheiro tomar banho ela tava toda arrombada e melada, lá eu disse pra ela ficar de 4 faltava uma última coisa, eu via a exaustão dela e mijei sobre seu corpo e disse:

– Estou apenas marcando território você agora é minha puta.

Ela disse que sentiu algo diferente que tremia as pernas, quanto eu comia ela e quando o cachorro meteu. Eu ri e falei que ela gozou. Ela tava bestificada com o prazer e a partir daí virou escrava dele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *