Transei com meu irmão mais velho

Esse conto aconteceu depois que assisti a um video porno no red tube no qual aconteceu uma deiciosa putaria relatada logo abaixo

Oi, primeiro quero que saibam que os nomes das pessoas desse conto são fictícios, pois não quero comprometer ninguém.
Me chamo Eduardo, tenho 18 e tenho atração por homens desde os 13 anos, sempre fui magro (não raquítico) não sou do tipo que curte esportes e etc. moro com meus pais e meu irmão mais velho Guilherme. Guilherme tem 22 faz faculdade de educação física e é um gato, branco cabelos e olhos escuros 1,82 de altura e 85 kg de puro músculo. Sempre senti o maior tesão por Guilherme mas nunca tive coragem de falar nada, afinal poucos sabem que sou gay.
Contudo semana passada meus pais decidiram passar o fim de semana na praia e eu e Guilherme ficamos sozinhos em casa, como estava um calor infernal fiquei só de cueca em casa e Guilherme foi tomar banho, estava deitado na cama quando ele saiu do chuveiro só de toalha com o corpo todo molhado e entrou no quarto. Subitamente Guilherme tirou a toalha da cintura e começou a se enxugar, foi a primeira vez que vi seu pau, fiquei maravilhado, seu penes era lindo e grosso.
Eu já estava super excitado e não conseguia parar de olhar para o pau dele, derrepente Guilherme me encarou pergunto:
“vc gosta?”.
Assenti com a cabeça, sem coragem de dizer uma palavra, ai ele disse.
“Então cai de boca maninho”
Não pensei duas vezes, enfiei aquela vara espetacular na boca e mamei gostoso, era a realização de um sonho. Chupei cada centímetro do seu penes, lambia seu saco, chupava suas bolas, foi demais. Ele delirava de tesão, segurava minha cabeça e afundava com força, me fazendo engolir seus 19 cm de vara.
Já não estava mais aguentado de tesão, queria sentir Guilherme dentro de mim então olhei pra ele e disse:
“me come”
Ele abriu um sorriso malicioso pra mim, me coloco de quatro abaixou minha cueca e começou a me penetrar com o dedo. Enquanto seus dois dedos me penetravam, sua língua dançava em volta do meu buraquinho lubrificando-o. Eu já estava explodindo de prazer quando ele se levantou encaixou seu pau no meu rabinho e foi forçando entrada. Foi uma delicia, aos poucos fui sentindo seu pau me invadindo ate que já estava tudo dentro de mim, a dor era imensa, contudo o prazer era dobrado. Ele ficou um tempo parado dentro de mim e depois foi bombando bem devagar, aumentando a velocidade aos poucos.
Já fora de si Guilherme, começou a bombar muito forte, arregaçando meu cuzinho enquanto bombava ele ia sussurrando no meu ouvido:
“ta gostando maninho?”
“To”
“então rebola na minha vara viadinho, diz pra mim que sou seu macho que vc adora minha pica, fala putinha”
Pouco tempo depois Guilherme anunciou que ia gozar, e não demorou muito ate eu,sentir aquele leite quentinho me inundar todo por dentro. Não me contive e gozei tbm.
Exaustos dormimos ali mesmo.
Passamos o fim de semana todo transando, acho que foi o melhor fim de semana da minha vida. E agora estamos esperando uma próxima oportunidade pra fazermos tudo de novo

Eu, meu marido e o travesti dotada numa intensa putaria

Sou casada há doze anos e eu e meu marido conversamos sobre tudo, principalmente sobre sexo . Temos muitas fantasias sexuais e é sobre uma delas que narrarei neste texto .
Sempre quis transar com um travesti , mas tinha um pouco de receio de procurar por isso por saber que é claro , os travestis preferem os homens .mesmo assim falei disso com meu marido e na hora ele topou em realizar este meu desejo . Iniciamos então nossa busca pela net mas foi numa noite passeando pela nossa cidade que a oportunidade apareceu .
Numa rua do centro da cidade alguns travestis faziam ponto aguardando clientes interessados rodamos bem devagar por alguns minutos , para sentirmos a receptividade , afinal éramos um casal . Ao passarmos novamente por eles , uma delas , loira e muito bonita se insinuou pra gente exibindo o belo corpo e um largo sorriso . Simpatizamos na hora e a abordamos perguntando se ela topava sair com a gente o qual ela aceitou sem pestanejar , entrou no carro e partimos em busca de um motel . Durante o trajeto nos apresentamos e Luana ( seu nome profissional ) nos contou que era nova na cidade e que quase não conhecia ninguém por ali , achei-a muito amável e gostei dela de cara . Leia Mais

Beijos Ardentes da Angela

Angela ficou surpresa enquanto uma explosão súbita de som e luz enchiam a sala. Ela se curvou em sua cama, enrolando-se nos lençóis. Ela piscou freneticamente na tentativa de descobrir quem ou o que estava na sala com a gostosa.

“Justin McClare”, veio uma voz profundamente sinistra, embora de alguma forma feminina, “Estou aqui por sua alma. Por favor coopere e …”

Houve uma pausa. Os olhos de Angela se ajustaram o suficiente para descobrir uma figura ao lado de sua cama. Ela tentou desesperadamente inventar uma maneira de escapar, ou talvez subjugar o intruso. Nada veio à mente.

“Afaste-se”, disse a figura. O brilho desapareceu. A pressa do som cessou inteiramente. “Você não é Justin McClare, você está?”

Angela ficou boquiaberta com uma descrença aturdida. Uma mulher segurando uma prancheta olhou para ela. Ela usava um terno de negócio impossivelmente apertado com uma saia e combinação de clivagem que tapava na linha entre modesto e zombador. Leia Mais

Fiz a mulher safada do meu amigo transar com um cachorro

Tenho 22 anos, 176 72kg e vou contar como fiz uns dos meus melhores amigos de corno.

Conheci o Ícaro através da internet, um coroa gente fina, 168 de altura gostoso 40 anos e que curtia muita putaria, porém só pra bater punheta. Conversa vai conversa vem ele me contou que era casado e que não faz nada do que curte com a mulher. Disse que nunca chupou a buceta dela nem ela o pau dele, muito menos comia o cu dela, o sexo deles é só meter e tal. Fiquei louco, essa mulher não sabe o que é ter um macho de verdade fodendo sua buceta, nunca deve ter gozado além disso ficou assistindo video com a atriz porno transando com cavalo

Desde então, comecei a me aproximar dele pra saber mais da mulher dele e descobri que ela tem uma loja de móveis e pá. Não perdi tempo, fui lá dar uma olhada na loja e encontro Ana, uma mulher encantadora devia ter uns 35 anos, 150, loira bem gostosa, bundinha empinada, branquinha. Falei que tava interessado em umas coisas e pedi o whatsapp pra tirar umas dúvidas. Leia Mais